domingo, 23 de novembro de 2008

Ramires e Simon promovem a alegria da Raposa


Uma coisa é certa: Ramires joga muito. Logo ele que disse ser Flamenguista, mas mostrou que seu profissionalismo é maior que seu coração. Ibson também está mostrando que voltou a ser decisivo. Tardelli mostrou que é o melhor atacante no elenco do Fla. Um jogão, não houve massacre por nenhum dos times, era lá e cá e o jogo ficou aberto até os 45 do 2° tempo, quando o Simon deu o ar de sua graça.

Tudo começou com um dos impedimentos mais absurdos que já vi. O Tardelli ia ficar numa boa para finalizar ou cruzar para o meio da área, mais foi impedido pelo auxiliar. Já o Simon é tudo: gaúcho, paulista e até mineiro, menos carioca. Ele é gaúcho, já ajudou muito os paulistas e agora deu uma super força ao Cruzeiro. Um penalti claro, mas ele preferiu não marcar e mais uma vez prejudicar um clube carioca. E ainda dizem que nós somos os maiores beneficiados pela arbitragem, que a Globo manipula tudo em favor do Fla, blá blá blá e blá blá blá...

Outra coisa é que está cada dia mais certo que o Maraca é o campo mais neutro do futebol brasileiro. Começando pelo respeito aos torcedores visitantes. Aqui o visitante fica em local privilegiado, próximo ao campo e distante das torcidas organizadas justamente para evitar confrontos e que joguem alimentos, urina, etc, nos visitantes. No Pacaembu a torcida visitante fica praticamente do lado de fora do estádio; no Barradão permitem a colocação de faixas ofensivas e preconceituosas. Hoje no Mineirão mais um desrespeito com a torcida carioca, que recebeu de boas vindas muito tutu e feijão tropeiro na cabeça, sorte que a bomba lançada caiu na própria torcida cruzeirense. Mas isso não é culpa das torcidas, e sim dos organizadores que fazem questão de armar um campo de batalha, ao invés de um ambiente sadio para todos os torcedores.

Enfim, a Globo deve ter colocado (como alguns dizem) todos os microfones na torcida do Fla, pois mesmo em menor número fez muito barulho no Mineirão. Só que o Cruzeiro teve um torcedor mais decisivo: o Simon.

Foi um belo jogo e um belo espetáculo de ambas torcidas. Mas no final o gaúcho, paulista e mineiro do Simon, manchou o resultado mais justo, ou seja, o empate. Agora é lutar pelo prêmio de consolação se classificando para a libertadores e aguardar a realização do sonho no ano que vem. Parabéns ao Cruzeiro e Flamengo pelo belo jogo e parabéns ao Simon pela vitória.

SRN

6 comentários:

Gremista Fanático disse...

Fala Guerreiro agora ferrou tudo mesmo cara, a taça vai pro sao paulo mesmo, pow o simom vacilou feio no penalti heim? E realmente não dava pra esperar nada do vasco mesmo né, agora voces terão com certeza um bom premio de consolação que é a vaga na libertadores e o rebaixamento do vasco. Abraço.

marcus kimura disse...

Acabou o campeonato!
Nem Libertadores...

Daniel Reiner disse...

Como eu gostaria de dar razão ao chororô dos flamenguistas.Como eu gostaria...Seria inédito. Mas ainda não foi desta vez que um´soprador de latinhas prejudicou o Flamengo.

Vinicius Grissi disse...

Foi um jogaço e concordo que o Simon errou feio ao não marcar o penalti. Mas a vitória foi justa para o Cruzeiro, que foi melhor durante toda a partida, apesar de chances de gols para os dois lados.

Bela presença da torcida do Flamengo no Mineirão, assim como a torcida do Cruzeiro havia feito no Rio. O espetáculo foi belíssimo nas arquibancadas, apesar da falta de humanidade de alguns.

Anônimo disse...

BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!

"NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO!!!"

O CHORO É LIVRE!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

gremiodecoracao disse...

não tem nem milagre. São Paulo não vai perder para o Fluminense, isso é fato! :/ mas agora é se focar na libertadores 2009 e deu ;s



beijos