terça-feira, 6 de outubro de 2009

Conectados pelo Flamengo

"Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará a camisa. Aberta no arco. E diante do furor impotente do adversário, a camisa Rubro-Negra será uma bastilha inexpugnável." Nelson Rodrigues.


Caros amigos, começo o post de hoje com uma frase do tricolor mais Flamenguista que já exitiu. A frase do Nelson é perfeita e acredito que este dia está chegando. Aliás, já tivemos dias assim, em que apenas a presença do nosso Manto foi suficiente para deixar os adversários pavorosos e com as pernas trêmulas. Podemos ver isso em todas as finais de campeonato contra Vasco e Botafogo. E agora o tricolor aderiu à síndrome do pânico ao se deparar com o Manto Rubro-Negro.

A força da torcida também é algo que contagia e deixa os adversários em estado de medo profundo. Quando a massa se reúne, canta e vibra no Maraca, o Manto ganha vida e jogadores medianos e até mesmo esquecidos se tornam gigantes. Como o argentino Valido, que já havia se aposentado há quase 2 anos e retornou ao Flamengo para disputar as finais do Carioca de 1944. Resultado: mesmo fora de forma fez o gol do 1° tri-carioca em cima do Vasco.

Quando leio ou ouço comentários de torcedores que não têm argumentos futebolísticos e tentam de maneira frustrada nos diminuir com palavras preconceituosas, fico a imaginar um mundo com o pensamento Rubro-Negro. Uma força de pensamento que ultrapassa os limites dos estádios, penetrando na mente das pessoas e fazendo do Flamengo uma filosofia de vida universal.

Falo de uma conexão de pensamentos de todos os Flamenguistas espalhados pelo mundo. Todos num só objetivo, num só pensamento: a vitória do Mais Querido e o bem comum. Esta conexão surgirá da mente, do coração. Algo inexplicável, diferenciado e único. Imaginem esta conexão fazendo do nosso planeta Terra um verdadeiro Maracanã em maior escala. Acabando com o preconceito, com as diferenças sociais, unindo a todos, mesmo que separados por milhões de quilômetros de distância. Quando nossas mentes se unirem, uma verdadeira onda de pensamentos invadirá o mais sombrio dos lugares, levando ao pensamento de todos a esperança, a felicidade e a união que habita em cada coração Rubro-Negro.

Faremos do mundo um lugar melhor para se viver. Nos multiplicaremos através do pensamento nos 4 cantos da terra e estaremos sintonizados intelectualmente. Todos em um só pensamento, aguardando o momento mágico do futebol: o gol! E quando ele acontecer, as bilhões de mentes conectadas gritarão ao mesmo instante a vitória e a liberdade. Haverá uma verdadeira tsunami vocal, a terra tremerá da mesma forma que o Maraca treme em jogos do Mengão. E aí, todas as pessoas, até mesmo o mais incrédulo do adversário, saberá que finalmente a Nação se uniu por completo e o Mundo se tornou vermelho e preto, iniciando uma nova era. A era da igualdade, do fim das discriminações, das vitórias sem fim, resumindo: a era Flamengo!

"Há de chegar o dia"

SRN

4 comentários:

Gremista Fanático disse...

Pow se trocar o nome ai de Flamengo pra Grêmio o texto fica perfeito, rsrsrs, mas entendo seu lado e pra todos os Rubro negros esse texto é magnifico.
Quanto ao Antonio Lopes ele que não se meta a besta com o Grêmio não, kkkkkkkkkkkkkkkkkk, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Wilson Hebert disse...

Filosofia pouca, é bobagem hein brother!!!

Concordo com essa quase poesia feita por vc, Jefferson. Pena que os nossos dirigentes nao pensem assim e permitam, situações como nao poder receber um centavo sequer da renda do FlaxFlu.

Espero que esses pensamentos conectados continuem levando boas vibrações pro nosso mengão.

Agora vai ser uma série mais dificil pra gente. Nao vao ser mais equipes que brigam pra nao cair.

Um abraço e SRN

Blog do Vascão disse...

Delírios de uma mente que insiste em não voltar a realidade.

Anônimo disse...

http://investimentofutebol.com/flamenguista/?ref=Y4280993G