quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Destaques

Galera, vou mandar rapidinho aqui minha opinião dos últimos acontecimentos do Mengão e gostaria muito de ler o que vocês acham dos assuntos:

1° - A vitória de ontem contra o Volta Redonda consolidou dois fatos claros. O 1° é que dá para se classificar facilmente apenas com o time reserva, se bobear dá para ganhar o campeonato com o time reserva. Mas muito me preocupa a não utilização dos titulares. Os caras precisam ganhar ritmo, se entrosarem novamente. Tudo bem que vamos priorizar a Libertadores, mas colocar o time titular na competição Sul-Americana sem testes antes é suicídio. Acredito que as coisas estejam se acertando e começaremos a ver os titulares em ação. A 2ª evidência é que o Pet é gênio!!!

2° - ADRIANO E VAGNER LOVE - Adriano ainda está se recuperando da queimadura e ainda não joga. Agora dá para entender o porquê dele ter jogado tão mal a final do brasileiro. Mas que ele se esforce no treino físico para já estreiarvoando baixo. O departamento de marketing do Flamengo quer adiar a estreia do Love para o clássico contra o fluflu. Se eu já acho que eles não entendem nada de marketing, entendem menos ainda de futebol. O cara foi contratado para jogar e recebe bem por isso. Se está em condições de jogo, tem que jogar com quem quer que seja. Aliás, exposição boa e campanha boa de marketing é ver o cara jogando e fazendo gols. Treinamento físico e coletivos não chama tanto a atenção. Ademais, imagine o cara estreiar contra o fluflu sem ritmo e não faça um bom jogo. Com certeza isso será um marketing negativo. Acho que até eu no meu humilde cursinho de férias da Estácio sobre planejamento estratégico de marketing sei mais que esses "especialistas".

OBINA - Este teve os seus momentos de xodó no Flamengo. Nunca vi um jogador tão irregular ser tão amado por uma torcida. Fez gols importantes que nos livraram do rebaixamento e que nos trouxeram títulos, mas essa identificação recíproca acredito que veio pelo jeito simples e humilde do Obina. Apesar de sempre começar as temporadas na reserva e sempre ter seu nome gritado pela torcida, jamais vi o Obina reclamando ou exigindo escalação. Por mais que tenha perdido a paciência com ele em alguns jogos, não consigo ter raiva e falar mal dele. Desejo sorte ao baiano Flamenguista, menos contra o Mengão. Fica o agradecimento e com certeza ele também é muito grato a nós. Se não fosse a torcida do Mengão, ele não teria metade do reconhecimento que tem.

É isso galera, aguardo as opiniões de vocês,

SRN

8 comentários:

Julio Cesar disse...

Quanto ao time:

Esse estadual não tem adversário à altura do Flamengo. Talvez o Nancy possa dar algum trabalho, por causa dos jogadores acima da média que têm, o Conca e o Fred. O resto...não me preocupa

Com relação ao Love, é isso aí, tá inteiro, com contrato certinho e regularizado na federação,é jogar e fim de papo

Quanto ao Obina...é assunto para um post inteiro. O mínimo que podemos fazer é sermos eternamente agradecidos pelo que ele fez pelo Flamengo. O gol em 2005 contra o Paraná e aquele golaço contra o vascuzão em 2006 jamais serão esquecidos

Gremista Fanático disse...

Fala Guerreiro, é isso mesmo cara, acho uma temeridade não jogarem pelo menos alguns jogos do Estadual com o time titular pra pegarem ritmo de jogo e isso vale claro para o Vagner Love que tem que estreiar assim que estiver tudo certo, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Claudio Henrique disse...

Tem que colocar o time títular mesmo em alguns jogos do carioca para poder saber se está "nos trincks" para a Libertadores. Se o Love tem condição pões o cara meu. Vai entender o departamento de marketing do Flamengo. Você está certo em seus comentários Jefferson, mas se a final do carioca for contra o Flu que está jogando muito bem, terá que ser o time títular mesmo.

abraços

vôo do urubu disse...

1a- Não dá pra ganhar campeonato com time reserva; b) Pet é craque, mas perto dessa galera que joga hoje no meio-campo se torna gênio.

2a- Adriano é confiável. Quando o time precisar, vai estar lá; b) Wagner Love sabe jogar, ao contrário dos caras que o Kléber trouxe (Josiel, Dênis Marques).

3- Obina foi ídolo quando a carência de ídolos era grande. E de ídolo nenhum rubonegro esquece.

Saudações!

Mel disse...

Não pude assistir o jogo, então não dá pra comentar muito, mas quanto ao Pet, qualquer coisa que eu fale será pouco! O cara joga muito!
Love tem que jogar! Se der, no proximo jogo, não tem porque ficar adiando sua estreia, nada melhor que jogar pra entrar no ritmo...
Quanto ao Obina, acho só que a sua fase no Flamengo já passou, é um bom jogador e já foi xodó da torcida, mas acho que se continuasse no Fla, só ia "queimar seu filme"...

Ps.: Estou organizando minha próxima postagem... Posso citar seu blog né?!

Abraço, SRN.

AF STURT disse...

Me perdoe JERFERSOM,mas acho que o time do Flamengo (reserva) não vence fácil esse time do flu ou até mesmo do fogo (titulares).
Para mim a estrategia mais acertada seria colocar força máxima na taça Guanabara,para teste principalmente. E tentar vencer ela e ai sim colocar o time reserva, ou meio reserva, para taça rio poupando para libertadores.

Depois que antiga gestão saiu e nova entrou parace que o marketing no Flamengo não existe mais.Olha trecho abaixo, retirado da coluna de vinicius paiva, do blog Flamengo Net:

Atualmente presidido pelo vice Henrique Brandão(departamento de marketing)[grifos meus]. A impressão que passa é que desde que a antiga diretoria se afastou, o Flamengo não possui mais departamento de marketing. Até mesmo a negociação do patrocínio com a Batavo se deu por uma espécie de “equipe de transição” presidida pelo ex-vice presidente Ricardo Hinrichsen.

A única iniciativa elaborada até agora foi o lançamento de um uniforme (do modelo antigo, defasado!) com o nome de Vagner Love, coisa que qualquer torcedor podia fazer ele próprio. Ao que parece, não há intenção alguma de se explorar comercialmente o uniforme limpo com que o Flamengo vem jogando, sendo que existe uma demanda brutal por uniformes limpos do Flamengo - eles jamais foram vendidos a não ser na categoria retrô. A título de comparação, o São Paulo, ainda sem patrocínio, já anunciou que vai vender camisas limpas, e que pretende comercializar nada menos do que 200 mil peças em um mês. Do Cidadão Rubro Negro - que nestes dois meses de euforia deveria catapultar seu número de associados – nem se ouve mais falar. Vários do partais do site oficial do Flamengo (como a Flapedia) estão defasados, sem uma atualização sequer. E a comunicação com o novo departamento é péssima: tentei contato por e-mail e fui sumariamente ignorado. Se há uma coisa pela qual o antigo vice-presidente era digno de louvor, era sua disposição de atender não apenas a imprensa, mas também blogs , sites e colunistas rubro-negros.

Concordo com seu ponto de vista e é mais uma teoria para explicar esse comportamento[mau] dessa nova gestão sobre o marketing.

Para fechar sobre Obina:
O Obina só foi idolo pela carência de jogadores de qualidade que o futebol brasileiro e no caso o Flamengo também passa nos últimos anos.Mesmo assim ele contribui com gols que resultaram em títulos ,mas não foi e nem é isso tudo.Tenho certeza que Obina já teve momentos muito melhores do que o de hoje e se o projeto era vender Obina já estava passando da hora.Quando ele foi para o Palmerias o Flamengo emprestou mas com duas causulas no contrato,que no final das contas o Palmerias se adequou a elas e acabou não gastando quase nada para ter o jogador. E o Flamengo além de não receber nada com o emprestimo ,por seis meses, ainda pagava parte do salario de Obina no verde.Agora Obina foi vendido ao galo ,mas foi apenas parte de seus direitos ,sendo que no final das conta o Flamengo embolsa 1 milhão e ainda terá direito a 30% de uma futura transação.Acho que foi muito positivo.Já em relação a sua necessidade no elenco esse ano ,acho que um plantel que tem Love,Adriano,Gil,Dênis ,Eric e Bruno ter Obina ou não, não vai fazer muito diferença. Além disso Obina não fez por merecer muito sua continuidade nessas duas partidas no estadual.

srn!

Jefferson freire disse...

Sturt, com certeza o Flamengo tem q jogar com o time titular, mas a classificação para as simi-finais acho q é muito possível com os reservas. Mas concordo e defendo que os titulares têm q entrar em campo.

Qnt ao marketing, isso já é um problema antigo. Nunca tivemos um departamento forte que explorasse de maneira eficaz a marca. Veja o q é feito no corinthians e veja o q nosso departamento faz ou fez nos últimos anos.

O cidadão rubro-negro é uma boa ideia, mas mal executada. Ou o cara trabalha com as bandeiras do cartão oferecido, ou tem q pagar à vista. Não há carn~es ou qq facilidade para o pagamento. Os benefícios não são divulgados de forma eficiente para atrair os torcedores. Ainda há desconfiança para "dar" dinheiro ao clube. Não se sabe qnts cidadãos já estão inscritos e onde o dinheiro está sendo empregado.

A outra diretoria tb não comercializou os uniformes limpos do ano passado, mesmo com a demanda. Com todo o respeito, concordo com tudo q vc disse, só discordo qnd diz q essa diretoria é pior. Pois o descaso, a falta de planejamento e o amadorismo no marketing é algo que já dura várias décadas no Flamengo.

Abços

AF STURT disse...

Mas os projetos iniciados, deveria ser evoluidos ou pelo mantidos nessa gestão .Se manteve é muito.

A mudança do cara do marketing para mim é foi erro.O marketing, como vc propio falou, sempre foi ruim em toda história mas houve alguns avanços na ultima gestão.E esse avanço não foi levado em conta nessa nova gestão.E muito cedo para criticar o nova diretoria ,mas ela esta fazendo pouco para merecer elogios.E lebrando que o departamento de futebol é o mesmo e em algumas areas pessoas desconhecidas ligadas a Patricia vieram.O discurso de campanha não está levado muito a serio ...
srn1