terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Uma torcida sempre contemporânea, mas o clube...


Já que não temos novidades nas contratações e podemos perceber que nossos dirigentes estão mais perdidos do que nunca. Não vou perder meu tempo falando mal deles. Já falei tudo que tinha pra falar, agora é protestar e nos movimentarmos pela saída daqueles que estão afundando o mais querido.

Mas hoje quero falar do nosso maior patrimônio e mostrar como nós fomos pioneiros em tudo quando o assunto é torcida. Pra começar, somos responsáveis pela 1ª torcida organizado do Brasil, a simpática torcida Charanga Rubro-Negra! Foi fundada por Jaime de Carvalho, que reuniu um grupo de pessoas e alguns instrumentos, na final do campeonato carioca de 1942, Flamengo 1x1 Fluminense nas Laranjeiras em 11/10/1942. O nome foi dado graças ao Ary Barroso que mencionou na rádio Tupy que aquilo não era banda. A desafinação servia para apoiar o Fla e tirar a concentração dos adversários, já que a torcida sempre se colocava atrás do gol adversário. A Charanga enfraqueceu muito com o surgimento de outras torcidas, mas ainda frequenta aos jogos do Mengão.

Em 1976 foi fundada a torcida Raça Rubro-Negra, que mudou a forma de torcer no Brasil, inovando com gritos e a maneira de se comportar nos estádios, sempre usando a criatividade. Pra se ter ideia, 6 meses antes da 1ª exibição no Maraca, os fundadores espalharam faixas pelo estádio com os dizeres "Vem ai O MAIOR MOVIMENTO DE TORCIDAS DO BRASIL". Mas o 1° jogo da torcida foi em 24/04/1977 contra o Vasco. A ideia era ser uma torcida atuante que jogasse junto com o time.

A Raça Rubro-Negra foi a 1ª torcida no Brasil a assitir aos jogos em pé, durante os 90 minutos. No início houve resistência, mas logo virou mania não só entre os Flamenguistas, mas na maioria das torcidas do Brasil. Na época, os corintianos teimavam que tinham a maior torcida do Brasil. E num jogo em São Paulo, Corinthians x Flamengo a Raça colocou uma faixa alvi-negra na divisa das duas torcidas com os dizeres: "a maior torcida de São Paulo saúda a maior torcida do Brasil". Foi o início da era criativa, e da conscientização da importância da torcida.

Outra torcida que inovou foi a Torcida Jovem do Flamengo, fundada em 06/12/1967, após uma dissidência da Charanga Rubro-Negra. A torcida Jovem Fla, foi responsável pela criação do 1° bandeirão feito por torcidas no Brasil. Isso mesmo, aquelas bandeiras que hoje são muito comuns nos estádios, que cobrem boa parte do estádio foi criado aqui no Brasil pela torcida Jovem Fla.

Mais recentemente a torcida do Fla criou bandeiras com caricaturas de seus ídolos, que logo virou moda em todos os estádios. O clube pode estar atrasado em estrutura, os dirigentes mal intencionados. Mas a torcida do Mengão está sempre à frente do seu tempo e apóia o clube em todos os jogos, mesmo sem campanhas de sócio-torcedor, carnês com descontos, etc. Imaginem se a diretoria investisse mais nisso. Pra terminar, deixo o trecho de um texto do Claudio Lampert, torcedor do Fluminense, que descreve o que ele sente quando olha para os guerreiros Rubro-Negros, a integra do texto pode ser lida no site da Raça:

"...É perturbante. É aquela massa uniforme pulando do outro lado. 23 minutos, 1x3, e eles não paravam de pular; ninguém saía do seu aperto; ninguém ia embora. Eles nunca vão embora. Eles nunca arredam o pé.Eles não se sentam, não param de gritar. Eles não sossegam. Me perseguem, me sufocam, me habitam os pesadelos e me causam pânico. Quando eu olho para o outro lado é isso que eu sinto. Eles acreditam mais do que os outros. Mais do que eu e todos os outros juntos. E disso, meus caros, eu tenho que reconhecer, chega dá medo. Eles jogam com 12. E jogar com 12 deveria ser proibido."

SRN

8 comentários:

Gremista Fanático disse...

Gostei desse ultimo trecho em negrito, legal mesmo e com certeza a torcida rubro-negra é uma das mais atuantes do Brasil e joga junto mesmo, e se o jogador adversario não for tranquilo ele treme mesmo.
Saudações do Gremista Fanático

Gremista Fanático disse...

Pois é cara eu quero é bola rolando tambem. Mas acho que o Fla tem uma boa base montada e isso pode ser uma grande vantagem já que os jogadores se conhecem e entrasamento não vai faltar, Abraço.

vôo do urubu disse...

É o Renê Simões no repique?

Saudações rubronegras!

Rodrigo Estevam disse...

Fala Guerreiro!

Criei um fórum, gostaria que voCê se cadastra-se lá, para discutirmos juntos assuntos como futebol, esportes e outras coisas!

te espero lá cara! abração!

Forum DribleNet!
www.driblenet.freetzi.com/forum

"O blog vai continuar"

Vinicius Grissi disse...

A torcida do Flamengo é realmente fantástica. Assim como várias outras no país.

Maldita Futebol Clube disse...

O fla precisa de um sopro de modernidade em sua instituição e direção, realmente a torcida é inovadora, mas nem sempre são pioneiros, os instrumentos de batuque foram introduzidos por Dulce rosalina e Eli mendes, dop vasco e os cantos de amor, pela do Botafogo, apesar de que Oh meu mengão tb é iuma ode de amor...cara blog bem maneiro, depois da uma sacada no nosso e no program,a na rádio flu 540 am, euq nós apresentamos no RJ as segndas, O mladita futebol Clube, ok? Abs...

Daniel Reiner disse...

Uma coisa é inegável: a torcida do Flamengo já foi a mais imitada por outras torcidas do Brasil. Que os corações flamenguistas se alegrem mais em 2009!FORTE ABRAÇO!

Anônimo disse...

Gostaria de contribuir com uma nova musica, utilizando a melodia do Funk feito para o SALGUEIRO, para ser cantada pela TORCIDA na versão RUBRO NEGRA no MARACANÃ.

"Quando essa Torcida se empolga (ou: inflama, sacode, agita no lugar de empolga),
Explode o Coração...

MARACA é o Caldeirão,
FLAMENGO é o Campeão...
MARACA é o Caldeirão,
FLAMENGO é o Campeão...

Ai, AiAi...
Ai, AiAi...
Ai, AiAi...
FLAMENGO é o Campeão...

Ai, AiAi...
Ai, AiAi...
Ai, AiAi...
FLAMENGO é Campeão..."

UM FORTE ABRAÇO E ESPERO VER ESTA VERSÃO SER CANTADA PELA MARAVILHOSA TORCIDA DO MENGÃO A PARTIR DE HOJE, ATÉ A FINAL DO CAMPEONATO CARIOCA, QUANDO SEREMOS CAMPEÕES.

DEPOIS VE-LA SER CANTADA SEMPRE QUE O FLAMENGO JOGAR NO MARACA PELO CAMPEONATO BRASILEIRO, OU PELA COPA DO BRASIL.

Valdo Fernandes