segunda-feira, 16 de março de 2009

RAÇA, é só o que pedimos


Segunda-feira, 16/03/2009 e após esse final de semana, minha vontade de postar está igual a vontade dos jogadores do Flamengo, ou seja, vontade zero. De bom mesmo somente o basquete do Flamengo que mesmo perdendo o jogo, mostrou que tem garra, não desiste e em troca, apesar dos 3 meses de salários atrasados, pelo menos receberam o merecido reconhecimento da torcida do Fla, que deu show ontem no Maracanãzinho. Eu fui, gostei e voltarei em breve para prestigiar os caras que estão honrando o Manto. Por isso temos mesmo que participar da campanha e comprar as camisas do FlaBasquete. "Não é mole não, o basquete é o orgulho da Nação!"

Quanto ao futebol, faço uma pergunta: como pode o mesmo time que foi campeão estadual (indiscutivelmente) e 5° colocado no brasileiro de 2008, jogar como vem jogando? ou melhor, não jogar nada. Depois os caras não querem ser chamados de mercenários. Acho que ninguém é obrigado a trabalhar sem receber. Mas também acho que ninguém é obrigado a ficar onde não está satisfeito. Por isso, se não querem ajudar o clube nesse momento difícil, por favor, saiam.

Bruno já mostrou que não quer mais ficar, Juan também, assim como muitos ali. Então saiam logo. Ninguém é insubstituível. E até parece que são tão bons assim. Pior que isso é ouvir o Josiel ameaçar deixar o clube. O cara não é nada, tinha que pagar para jogar no Fla, e agora já se acha no direito de dar palpitadas.

A torcida do Mengão nunca exigiu técnica, tática, toques de efeito, etc. Claro que se tiver tudo isso é melhor. Mas a torcida só exige uma coisa: Raça! A raça que é tradição em nosso clube e é o que nos faz vencer desafios quase que impossíveis. 99 e 2000 tínhamos um elenco fraquíssimo, com Maurinhos, Fábios Baianos e cia. e ganhamos os 2 cariocas contra um vasco de Viola, Luisão, Euller, Juninhos e cia. Não tínhamos técnica, mas tínhamos Raça. O que tínhamos em 2007? Um técnico que pode ser considerado um dos menos estrastegistas do país (Joel), mas tínhamos raça e isso nos trouxe uma arrancada mais que espetacular.

Por isso, meus caros, não me importo nem um pouco em mandar esses caras embora e viver com jogadores menos famosos ou então com os jovens das divisões de base. Mas não me conformo em ter jogadores omissos e descompromissados em campo. Que o time não dê toques de letra, mas dê carrinhos, que saiam de campo cansados, ofegantes, sujos, mas com a consciência do dever cumprido.

Estou roco de tanto gritar ontem no Maracanãzinho. Se os jogadores jogassem com a mesma raça, vontade e alegria que a torcida canta e vibra nas arquibancadas, seríamos imbatíveis. Por isso, apoio o basquete, porque eles sim sabem o que é o Flamengo e não são atletas cheios de estrelismos, que acham que são maiores que o nosso querido Mengão.

SRN

6 comentários:

Gremista Fanático disse...

Ai Guerreiro, é complicada essa situação ai dos salarios atrasados, e isso encomoda muito, mas acho que os jogadores nessas horas deveriam mostrar algo a mais pelo clube.
Parabens ao basquete do Flamengo pelo otimo trabalho, abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Wilson Hebert disse...

Pois é Jefferson. O basquete está salvando o ano do Fla.

Se esperarmos alguma coisa do futebol, é melhor torcer pra chegar logo 2010. Estou muito decepcionado com esse time. Enquanto não mandarmos alguns medalhõe como Bruno e Juan embora, continuaremos vendo isso. Jogadores que se acham mais importante que a própria historia do clube, o que é lamentável.

Abs e SRN!

Lucas Martins disse...

claro que pode, jefferson!

--

n sei se Juan está de má fé, mas há muito tempo, Bruno se acha o insubstituivel, pensando q o flamengo acaba, quando ele sair...

SRN

Vinicius Grissi disse...

É complicado se falar em raça neste momento. Os jogadores são profissionais, e trabalham (jogam) simplesmente para ganhar o dinheiro no fim do mês e crescer na carreira.

Imagine você, no seu trabalho, há quatro meses sem salário. Tenho certeza que não ia ter "raça".

Mengão Guerreiro disse...

Vinicius, há 4 meses está o basquete, que joga com raça e ganhou a sul-americana semana passada, olha que a folha salarial deles gira em torno de R$ 200 mil, cada um deve hanhar de 5 a 20 mil no máximo. Aí sim ficar 4 meses sem receber é dureza, motivo para largar o clube.

Agora o futebol está há 2 meses sem receber, e R$ 200 mil deve ser o salário de 2 jogadores desconhecidos no Fla. Por isso 2 meses não fazem tanta falta para eles como fariam no basquete.

Se estou insatisfeito no meu trabalho, peço pra sair. Só não vou num momento difícil afundar mais ainda a empresa. Ou visto a camisa e me empenho para melhorar ou saio sem atrapalhar.

É o que penso.

Abços

Leandro Montianele disse...

Está faltando muita raça ao time do Flamengo. Estão jogando como se estivessem com sono, vontade zero. O basquete enquanto isso, tem feito o seu papel com maestria, jogando com a garra e honrando a camisa que vestem.

MENGÃO SEMPRE!!

Abraços!